domingo, 1 de dezembro de 2013

É preciso viver a vida na espera...



"A minha alma fica sempre contigo. 
Como preparação do Advento e do Natal 
concedo-te um encontro especial nas três orações do Angelus; 
pediremos ao Verbo encarnado por amor 
que estabeleça a sua morada nas nossas almas 
e que elas já não possam mais deixá-lo."

Beata Isabel da Trindade 
Carta 213

Permaneçamos atentos como filhos bem amados, vigilantes e preparados para a vinda do Senhor...!

terça-feira, 19 de março de 2013

São José, sede nosso bom Protetor!

 
"Tomei por advogado e senhor 
ao glorioso São José 
e encomendei-me muito a ele. 
Vi claramente que, 
tanto desta necessidade 
como de outras maiores 
de honra e perda de alma, 
este Pai e Senhor meu me tirou 
com maior bem do que eu lhe sabia pedir. 
Não me recordo até agora 
de lhe ter suplicado coisa 
que tenha deixado de fazer."

Santa Teresa de Jesus, Vida 6,3


Meu bom São José, fostes pai de Jesus e esposo de Maria, seu Protetor, guarda, amigo e companhia permanente. Que beleza teria a vida que aí vivestes com Eles! conhece-l’Os melhor do que ninguém jamais os conheceu, nem jamais conhecerá! Intercedei por mim, pois Eles nunca deixarão de atender aos vossos pedidos! Olhai para mim, como prolongamento da vossa Família, pois sou Corpo do teu Filho, porção da Igreja. Ajudai-me e intercedei por mim 
em todas as necessidades da alma e do corpo. Sei que me escutais e me acolheis com amor e carinho! Dai-me a graça de fazer em tudo a vontade do vosso filho Jesus! 

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Partilhar a Cruz...

"Durante estes divinos colóquios 
peço a Jesus a Cruz. 
Esta Cruz é meu sustentáculo e minha esperança. 
Esta Cruz que quero partilhar com o Mestre… 
Ele digna-Se escolher-me por confidente, 
por consoladora do Seu Coração! 
Pelo meu amor, minha atenção, sacrifícios, orações… 
quero fazer-Lhe esquecer as Suas dores. 
Quero amá-Lo por todos os que não O amam!..."

Beata Elisabete da Trindade, Diário 


Senhor, aqui estou diante de Ti 
Com a minha alma e todo o meu ser 
Aberto para Te receber 
Com o peso da Tua Cruz! 
A Tua Cruz é a dos famintos e injustiçados 
Deste mundo que não quer ver a Tua Cruz. 

Deixa-me ser para Ti um alívio, 
Um conforto na dor, 
Fazer-Te esquecer todos os desamores 
Todas as recusas e negações, 
Todas as traições e violências 
Que ferem e esmagam o Teu doce Coração. 

De "Orar com os místicos"